wfelipesblog

Tuesday, June 20, 2006

LDB – Artigos relacinados com a tecnologia da comunicação e da informação




A nova LDB 9394/96, é uma das principais leis que orientam a nossa educação, portanto é possível destacar nessa excelente lei, (que por enquanto possui muitos artigos que estão só no papel) artigos relacionados com as novas tecnologias que alcançam o campo da comunicação e da informação.
Um artigo que podemos destacar para introduzir essa pesquisa sobre LDB, é o artigo 3°, que traz em seus incisos que o ensino deverá ser ministrado com base nos seguintes princípios:

I – Igualdade de condições para acesso e permanência na escola.

Comentário: este inciso está bem longe de ser contemplado, pois hoje ainda, século XXI, percebemos muitos entraves que prejudicam essa equidade educacional.

II – Pluralismo de idéias e concepções pedagógicas

Comentário: é um inciso muito importante, porém é necessário que esse pluralismo de idéias surjam através de uma interação harmoniosa entre professor e aluno. E as escolas não podem limitar as boas idéias que se originam. È preciso que a administração escolar respeite as concepções pedagógicas adotadas pelos professores desde que essas estejam atendendo os anseios dos alunos. È importante frisar que pluralidade não pode ser confundido com bagunça, onde se tem várias idéias e concepções, porém, nenhuma é efetivamente aplicada.

VII – Valorização do profissional da educação escolar.

Comentário: para finalizar meus comentários sobre os incisos do artigo 3°, poderia ironicamente dizer que este é sem comentários. O que vivenciamos nos dias atuais é uma total desvalorização profissional dos educadores escolar, a começar pelos baixos salários, e condições de trabalho não adequadas. Este inciso precisa urgentemente ser colocado em prática, para não corrermos o risco de no futuro termos carências no contingente de profissionais educadores, pois a desmotivação causada pela falta de valor atribuído aos profissionais, contagiam aqueles que desejam seguir a carreira, fazendo com que eles desistam de trabalhar neste que é a mais bela e importante das profissões.


O artigo 13, inciso I, diz que os decentes deverão se incumbir de participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino.


Comentário:na elaboração desta proposta pedagógica, é importante que os docentes, pensem em uma proposta que contextualize a realidade dos alunos, inclusive com a adequação das novas tecnologias sempre que for possível, para tanto é necessário que o docente também esteja acompanhando e se especializando em novas tecnologias. Nesta teia de relações, o docente com uma boa proposta pedagógica estará contribuindo para eficácia do artigo 22, onde o desenvolvimento do educando deverá ser assegurado, fornecendo-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores, ou seja um futuro com sucesso.


O artigo 32, inciso II diz:

“Compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade”

Comentário: é necessário que os profissionais educadores compreendam a importância da tecnologia e saibam trabalhar com ela. No entanto, é preciso atitudes de nível governamental para que seja dado um suporte a estes profissionais, seja através de cursos que os qualifiquem e com o fornecimento de materiais didáticos adequados.

O artigo 36, inciso I é oportuno quando diz que o currículo do ensino médio , deverá destacar a educação tecnológica básica.

O artigo 39 traz em seu caput, a importância da educação profissional, integrada às diferentes formas de educação ao trabalho e à ciência e à tecnologia, pois irá conduzir o educando a desenvolver aptidões para a vida produtiva.
O sistema capitalista, quer queira ou não exerce suas influências no meio educacional, pois hoje percebe-se a preocupação constante e agonizante de se estar preparado para o mercado de trabalho. Com isso a educação profissional deverá estar embuída em atender plenamente os anseios dos educandos.
A educação superior tem suas finalidades definidas no artigo 43.Destacarei aqui o inciso III, onde o ensino superior deverá incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando ao desenvolvimento do homem e do meio em que vive. O artigo 80 fala em seu caput que o poder público deverá incentivar o desenvolvimento de programas de ensino à distância. Esse artigo reflete bem a influência da tecnologia no âmbito educacional, pois hoje os meios de comunicação como televisão, rádio e computadores através da internet estão se tornando cada vez mais , uma ótima alternativa para a aquisição do conhecimento.
Para finalizar, destaco o artigo 86, que legisla sobre instituições de educação superior constituídas como universidades, fontes de pesquisa, devendo se integrar ao Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia. È muito importante essa integração, pois precisamos deixar de utilizar tanto as tecnologias estrangeiras que são construídas com a nossa matéria-prima e passar a desenvolver nossas próprias tecnologias feitas por nossos estudantes.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home