wfelipesblog

Wednesday, June 14, 2006

O QUE É MELHOR NAS SALAS DE AULAS, TURMAS HOMOGÊNEAS OU HETEROGÊNEAS?

A divisão de alunos em classes homogêneas, de acordo com interesse e nível de aprendizagem, ou a não divisão destas turmas diversificadas, mantendo-as heterogêneas, onde alunos interessados em aprender e com facilidade de aprendizagem se misturam com outros desinteressados e com dificuldades de aprendizagem, trás muita discussão e diversas opiniões a respeito do assunto, porém há de se admitir que ambos oferece vantagens e desvantagens.
As turmas homogêneas têm como vantagens, o fato de se poder trabalhar com turmas uniformes e alunos de aproximados níveis intelectuais, no entanto a principal vantagem encontrada nesta divisão é o interesse em aprender, existente em cada aluno, característica que deve ser avaliada e preservada na hora da divisão. É possível realizar um bom trabalho com turmas homogêneas, levando em consideração que os professores destas turmas com mais facilidade de aprendizagem terão o trabalho facilitado, e a condição de desenvolver assuntos um pouco mais aprofundados.Já as turmas homogêneas que são formadas por alunos de menos facilidade de aprendizagem e desinteressados têm que ser feito um trabalho responsável, de tal forma que estes alunos não se sintam discriminados e que a auto-estima dos mesmos não seja abalada por esta divisão.O trabalho a ser realizado tem que estar voltado a incentivar e estimular nos alunos o interesse pelos estudos, tentar despertar a vontade e o prazer em estudar, para que os alunos não considerem a escola um fardo pesado, que não trás a ele vantagem nenhuma e que só estão ali por obrigação.A formação de turmas homogêneas não tem que ser vista como discriminadora, mas sim uma tentativa de facilitar o trabalho do professor e ao mesmo tempo tentar fazer com que os alunos atinjam aproximados níveis de aproveitamento na aprendizagem, apesar de serem realizados trabalhos diferenciados nas variadas turmas, e do ser humano ser constituído de questões particulares.
As turmas heterogêneas têm como principal ponto positivo o fato de que o mundo externo pode ser ali representado, partindo do ponto de visita da diversidade de características acopladas a cada aluno, tirando de exemplo um retrato da sociedade que é tão diversificada e complicada, fazendo com que os alunos e professores já comecem a aprender dentro da sala de aula todas as diferenças existentes, tirando proveito disso para sua vida fora da escola.As turmas heterogêneas também podem trazer prejuízos, pois os alunos com mais facilidade de aprendizagem e maior interesse podem ser prejudicados, pois o professor muitas vezes tem dar maior atenção aos que estão com dificuldade, tendo muitas vezes que retardar a seqüência da aprendizagem em prol desses com dificuldades além de salientar que a descriminação também pode existir em turmas heterogêneas, pois os alunos mais interessados e com maior facilidade de aprendizagem são titulados pelos que não carregam tais características, de “nerds”, “CDF” etc; causando atrito e picuinha entre os alunos e conseqüentemente uma natural divisão entre esses alunos e inexistência de um elo de ligação que deveria existir para um melhor aproveitamento.Resumindo, turmas heterogêneas ou homogêneas, o que vale ressaltar é o objetivo que se espera atingir com a formação destas turmas, onde a qualidade no aprendizado dos alunos deve ser beneficiada e não prejudicada. Portanto é errado dizer que uma forma é melhor do que a outra, sem estudos aprofundados e experiências práticas, pois o que vai realmente avaliar é a prática do dia a dia da aplicação de cada uma delas, para daí inferir qual forma realmente solucionará melhor ou pelo menos contribuirá mais para uma aprendizagem proveitosa.
Dissertação de Willian Felipe feita para a disciplina de Leitura e Produção de Texto da Professora Solange Pinto.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home